quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Do que sou.

Sou imensamente grata:
Por todos os tropeços e erros.
Por todas as conquistas e realizações.
Por todas as decepções!

Sou esse emaranhado de sentimentos.
De vontades e de quereres.
Sou mais do que uma metaformose ambulante;
Ou dessas faces que represento.
Sou amor, recusa, loucura e sanidade.

Mulher de fases.

Misto de temor e coragem!

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

2.300 dias.

Ô destino traiçoeiro!!!
Nos colocou lado a lado.
No mesmo espaço.
Mas, sem nos encontrar.

Ô destino traiçoeiro!!!
Me fez lembrar dos dias dourados.
Do coração acelerado.
Da paixão fugaz.

Agora, de volta a realidade...
Me encontro um pouco saudosista do fragmentista.
E das lindas poesias, que costumavam me encantar.

sábado, 30 de dezembro de 2017

Hesitação.

A você que escolhi, por ser aquilo que nunca quis, nunca desejei.
Admiração!
A você que se fez exigente, insistente...
Decepção!
A você que entre presença e ausência, se fez único e insubstituível.
Apartação!
A você e áqueles tantos "quases"...
Realização!
A você sapo...
Que ao beijar, transformei em príncipe?!?!...
Exoneração!