sábado, 2 de outubro de 2010

A voz.


Vai! Vai ao mundo.
Lapidar-se com as armas dos homens cansados de guerra.
E viva.
Vai! Se decepciona.
Chora.
Esperneia.
Conheça o desconhecido.
E não esmoreça.
Vai! Vai ser forte.
Por que os fracos não são dotados de sorte e não sabem viver.
Vai! Vai ser e crer no que achar melhor fazer.
Vai!
Mas, vai com calma.
Vai viver.

Por Dhalila Nogueira.