terça-feira, 19 de julho de 2011

lapso.


Me perdi.
Me perdi como se perde e não tem mais volta.
Me perdi da vida, da vontade que se tem de viver e continuar.
Estacionei.
Parei como se um sinal vermelho cegasse meus olhos já cansados e até mesmo depravados diante de tudo o que já presenciaram.
Desisti.
Desisti e ponto.
Sem motivo exato.
Sem condições lógicas pré-estabelecidas.
Apenas cansei de continuar seguindo a mesma linha de raciocínio.
De fingir entender o que nem por osmose adentra meu cérebro.
Das vontades das personalidades que se dizem partes da minha vida.
De uma vida que nem sei se tenho.
Ou que melhor, desisti de ter.
E o agora é assim.
Incerto          vago           desconcertante           confuso          petrificado.
Parei porque cansei de tentar buscar um alguém que nunca fui, não sou e que com certeza não serei.
Um alguém que nem sei.
Só parei          Cansei     e      Desisti
Porque me perdi.

por dhalila nogueira.