quinta-feira, 22 de setembro de 2011

No hoje.

Aprendi que cada momento deve ser vivido como se fosse o último.
Que cada sorriso, cada lágrima devem ser apreciados como se fossem os últimos.
Por que quando tudo chegar ao fim - pois acreditem ou não, nada é eterno -
pelo menos você poderá recordar e dizer "valeu apena".
Aprendi tarde demais.
Não consiguo rememorar, me orgulhar ou me sentir realizada completamente com algo.
Mas, se cada momento da minha vida fosse preenchido por momentos perfeitos, não seriam momentos perfeitos.
Seriam normais.
Eu nunca saberia o que é de fato a felicidade se nunca tivesse experimentado as dores que volta e meio me assolam.
Sabe...
Agora eu estou feliz, finalmente.

por dhalila nogueira.