quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Embriaguez.

Você me embriaga...

Não consigo lembrar com nitidez dos nossos momentos.
Pareço sempre estar embriagada.

De tesão.
De paixão.
De quereres.

Mas, ainda assim, lembro dos seus olhos.
Que quando cruzam com os meus, me despem.

A roupa.
A pele.
A alma.

Me deixa com ressaca de você?