sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Lar.

Fecho os olhos.

Inspiro. 

Respiro.

Deixo ir.

Me redescubro. 

Me reconecto. 

Estou em casa!

Dia de Oxum.


Hoje, e todos os demais dias são seus, minha mãe. 

Que a sua sabedoria e poder sejam reconhecidos por nós, mulheres. 

Que eu, equilibrista por natureza, tenha todas as emoções por Ti aceitas e abençoadas. 

Que a sua sensibilidade, delicadeza e paixão, motivem a essência da minha vida. 

Que as suas águas calmas tranquilizem o meu coração. 

Que tudo à minha volta seja repleto de amor, união e estabilidade. 

Tu és o poder mais genuíno, a força propulsora de toda a existência. 

Tu és água!

Tu és vida!

sábado, 9 de novembro de 2019

Sobre ser imensidão.

Ainda sentimos muito medo de deixar uma versão nossa, e que acreditávamos ser a melhor, para trás. 

Admitir que algumas crenças e propósitos não nos cabem mais, é aterrorizante.

Mas, o mais importante, aceitar uma nova versão de nós é essencial para, definitivamente, evoluirmos e sermos alguém melhor. 

Virou rotineiro vermos pessoas assumindo papéis de “influenciadores” e de defensores dos “bons costumes”.

Mas, você já se perguntou “quem eu, realmente, quero ser?”, “como e quais tipos de pessoas eu quero ter por perto?”.

Parece que tudo a nossa volta nos condiciona a sermos e nos comportarmos de forma aceitável.

No entanto, eu vou contar um segredo: VOCÊ NÃO É OBRIGADX A ACEITAR NADA!

Isso mesmo!

Eu não sou obrigada a me relacionar e a manter em minha vida quem me fez mal. 

E não, isso não tem nada haver com falta de perdão ou de altruísmo e sim com o mais puro e genuíno AMOR PRÓPRIO. 

Se amar e se aceitar é o maior ato de coragem que você poderá ter e o maior bem que poderá fazer para você. 

Então, é isto!

Confuso, imagino.

Mas, é assim que a minha cabeça funciona: calmaria e tormenta.

Só desejo que você seja sempre um mar de si!

sábado, 12 de outubro de 2019

Princípio.

Das coincidências mais improváveis, nós. 

Do encontro menos previsível, o nosso. 

Do beijo esperado, o melhor. 

Do toque desejado, prazer. 

Das piadas mais sem graça, as suas. 

Do riso mais sincero, o meu. 

Do abraço mais apertado e acolhedor, o seu. 

De todos os suspiros, certezas. 

Do amanhecer, olhares. 

Equivalência!

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Dos amores que tive.

Eu te amei!

Amei ansiosa esperando a sua chegada, todas as noites, durante 455 dias e escutando Equalize.

Amei quando a minha poesia era aceita e correspondida em réplicas, tréplicas, certezas. E assim foi durante 458 dias, ao som de Bethânia e Nando Reis. 

Amei quando o seu abraço era morada, porto-seguro e nele me sentia em paz. 

E te amei por 1885 dias, feito João-de-barro, construindo aos poucos tudo que eu imaginava ser o melhor futuro para nós. 

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Imprópria.

Sinto como se cada momento vivido passasse por mim como uma avalanche...

Destruindo tudo o que vê pela frente!

Sinto que não sinto as emoções de verdade.

Com merecimento.

E me lembro de cada dia como se eu estivesse ali como mera telespectadora. 

Não senti!

Não recordo das emoções!

Da empolgação, felicidade e gratidão apenas por estar viva.

Mas, nas fotos: sorrio...

Um sorriso largo, repleto de luz...

Mas, não me sinto eu!

segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Encerrando ciclos.

Eu não sou obrigada a manter na minha vida pessoas que me fizeram tão mal!

Pessoas que fingiram se importar...

Pessoas que prometeram nunca ir e nunca me decepcionar.

Eu não sou obrigada a carregar o fardo da perda!

Do ódio e de mais e mais decepções.

Eu sei quem eu sou!

Eu sei o que desejo!

Eu sei o que mereço, apesar de toda a minha imperfeição!

E sei também que ainda existirão mais momentos ruins e desesperadores...

Mas, após a tormenta sempre vem a calmaria e eu estou aguardando ansiosamente por isso!

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Escrevendo meu destino.

Mudo o script;

Os personagens;

O foco principal do livro;

Perco batalhas;

Encerro capítulos, sem o desenrolar esperado para cada um deles.


Calma!

Está longe de ser o final da minha história. 

Extravio.

Me perdi!

Tentei me adequar a espaços que não me cabiam.

Exigiram que eu mudasse minha forma de pensar e agir...

Permiti e desfizeram de mim!

Mas, quem nasceu imensidão necessita de liberdade.

E foi assim que consegui, novamente, me encontrar e seguir...

segunda-feira, 3 de junho de 2019

De ser quem sou.

Certa vez me disseram: se você não mudar o seu jeito, ninguém vai gostar de você e sempre estará só!

Durante muito tempo essa frase me assombrou...

Afetou minha auto estima...

Me deixou com enorme receio de ser e fazer o que eu desejava.

Hoje, essa frase me tranquiliza!

Me traz a certeza de que só quem realmente deve ficar, permanecerá!

Estamos acostumados a querer nos adequar a espaços que não nos cabem...

À pessoas que não nos cabem...

A relacionamentos que não nos cabem...

À histórias que não nos pertencem...

Ser quem eu sou é o melhor presente que eu posso oferecer a mim mesma!

Ser quem eu sou é a maior prova de amor que eu posso me dar!

Para muitos, vai parecer egoísmo... 

Mas é assim mesmo.

O amor próprio amedronta e desperta ódio naqueles que não conhecem o poder de se amar!

sábado, 13 de abril de 2019

Brilho e Queimo.

Me plantei em solo fértil de poesia...

E me reinvento!

E me redescubro a cada palavra posta em forma de versos..

Versões de mim mesma.

Dessa que muitos renegam!

Mas, que enxergam brilhar e queimar..

Ou sou estrela guia...

Ou sou fogueira...

sábado, 9 de março de 2019

Mais um devaneio.

E em um turbilhão de emoções;

Tento mais uma vez me reencontrar.

Ontem, tudo parecia perdido!

Hoje, amanheço com o coração batendo confortável!

Talvez e somente talvez, ainda haja esperança;

Por dias melhores;

Por sorrisos maiores;

Por um mundo onde eu finalmente possa viver em paz!

Alguns desejos foram alcançados, mas ainda não são suficientes...

O que esperam de mim?

O que eu espero de mim?

Respiro fundo e volto a dormir!

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Mãe.






Obrigada por todas as graças alcançadas, minha mãe!
Por nunca me desamparar!
Por ser minha fortaleza quando eu mais preciso!
Obrigada por ser amiga!
Por ser confidente!
Por ser leal!
Por ser quem és!
Eu te amo para todo o sempre, minha rainha!


quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Sereia...

E o seu olhar profundo e repleto de histórias, mais parece um canto de sereia...

Seduz!

Atrai!

Hipnotiza!

Coitados daqueles que julgam entender o seu mistério. 


25.10.2018

Eleições 2018.



E hoje quando eu levantei sabia que algo tinha mudado.
Principalmente dentro de mim!
Nunca senti tanto medo assim...
Mas, para hoje escolhi por me vestir de força.
Passei meu batom vermelho e saí para encarar mais um dia.
Porque eu sou resistência!

28.10.2018

Equilibrista.

Na ponta dos pés sigo...

Feito equilibrista na corda bamba.

Tentando me segurar no invisível para não desequilibrar e cair.

Na ponta dos pés eu sigo...

Como se colocar os pés no chão fosse contra as regras.

Fosse acabar com toda a graça do viver.

E sigo...

Porque desistir ou parar não me cabe.

E sigo...

Incompreendida, mas sem me perder.


15.11.2018

Feito zumbi.

E como libriana nata...
Me vejo novamente entre a cruz e a espada.
Mas, não existe mais desejo por conquista!
Não há mais réplica e tréplica!
Tudo se resume à carne!
E como eclipse lunar, oculto parcialmente tais delírios.
Talvez, seja novamente e somente, essa sua mania de me fazer poeta.

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Planos.

Fizemos planos em silêncio...

Abraçados como a letra da música que ouvimos.

E te desejei...

E por pouco não permitir que você entrasse e fizesse morada!

Mas, no agora...

Tudo parece um devaneio...

Um flash de lembranças dos momentos que nem nos cabem mais...


Acordei!