quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Sereia...

E o seu olhar profundo e repleto de histórias, mais parece um canto de sereia...

Seduz!

Atrai!

Hipnotiza!

Coitados daqueles que julgam entender o seu mistério. 


25.10.2018

Eleições 2018.



E hoje quando eu levantei sabia que algo tinha mudado.
Principalmente dentro de mim!
Nunca senti tanto medo assim...
Mas, para hoje escolhi por me vestir de força.
Passei meu batom vermelho e saí para encarar mais um dia.
Porque eu sou resistência!

28.10.2018

Equilibrista.

Na ponta dos pés sigo...

Feito equilibrista na corda bamba.

Tentando me segurar no invisível para não desequilibrar e cair.

Na ponta dos pés eu sigo...

Como se colocar os pés no chão fosse contra as regras.

Fosse acabar com toda a graça do viver.

E sigo...

Porque desistir ou parar não me cabe.

E sigo...

Incompreendida, mas sem me perder.


15.11.2018

Feito zumbi.

E como libriana nata...
Me vejo novamente entre a cruz e a espada.
Mas, não existe mais desejo por conquista!
Não há mais réplica e tréplica!
Tudo se resume à carne!
E como eclipse lunar, oculto parcialmente tais delírios.
Talvez, seja novamente e somente, essa sua mania de me fazer poeta.

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Planos.

Fizemos planos em silêncio...

Abraçados como a letra da música que ouvimos.

E te desejei...

E por pouco não permitir que você entrasse e fizesse morada!

Mas, no agora...

Tudo parece um devaneio...

Um flash de lembranças dos momentos que nem nos cabem mais...


Acordei!